Stetic Cris

sábado, 18 de setembro de 2010

Massagem Havaiana Lomilomi!!!







Prof.a Kátia S. Nunes
Tel.:
(21) 2729-5132 / 2601-6552
E-mail:
katiasilvanunes@gmail.com
Massagem Havaiana Lomilomi
Como se estivesse em alto mar. É assim que se sente quem recebe a massagem havaiana ou Lomilomi. Além de um relaxamento profundo dos músculos, através da manipulação dos tecidos e do sistema músculo-esquelético,
Introdução
Como se estivesse em alto mar. É assim que se sente quem recebe a massagem havaiana ou Lomilomi. Além de um relaxamento profundo dos músculos, através da manipulação dos tecidos e do sistema músculo-esquelético, a massagem havaiana libera os bloqueios e gera energia. Atua também nos sistemas linfático, imunológico, respiratório, digestório e circulatório, com estímulos que reequilibram e tonificam.
Mas não é só !
A técnica também promove o retorno venoso e a liberação de toxinas. Em nível mental e emocional, o sistema nervoso central e a consciência são ajustados. Em nível espiritual, a harmonia é conseguida entre o corpo, a mente e a alma.
Os longos movimentos da massagem misturam-se com a melodia polinésia transformando-se em uma dança alegre na mesa de massagem. O grande potencial do Lomilomi está em tornar o cliente consciente de seu próprio corpo com a qualidade do toque especial um ambiente seguro do templo. Nesta Massagem o profissional utiliza as mãos, o braço e o antebraço, envolvendo o corpo do cliente como um todo, tendo os limites terapêuticos bem demarcados. Sempre é uma vivência muito especial acompanhar as pessoas desse modo tão amável. A dança massagem faz também que o massagista entre em um profundo contato consigo mesmo.
A tradição
Segundo um mito polinésio, os havaianos aprenderam a massagem observando os movimentos das ondas do mar. Assim a massagem é feita em movimentos progressivos, alternado os fortes com os suaves. Acreditam os havaianos que imitando o movimento das ondas é possível buscarem o equilíbrio e a harmonia no organismo (lokaki). Ainda segundo a tradição, o massoterapêuta precisa se concentrar para fazer a massagem porque é necessário um estado de transe espiritual para que se consiga atingir a harmonia.
A massagem havaiana existe há mais de dois mil anos. Era usada, inicialmente, na Polinésia e no Havaí como uma forma de iniciação dos adolescentes na fase adulta. Uma espécie de “rito de passagem”, a massagem era realizada pelos kahunas (“pajem”) das tribos ou aldeias, que treinavam os membros de cada família para que esta tradição fosse transmitida de geração em geração.
Em havaiano, “lomi” significa esfregar, amassar, massagear. À primeira vista, o Lomilomi parece ser uma versão polinésia da massagem européia ou clássica, e está baseada no deslizamento e amassamento dos tecidos frouxos (pele, músculos, fáscia, periósteo, entre outros). Com músicas típicas ao fundo, o terapeuta corporal realiza movimentos ondulares com o antebraço e a base do punho, como se estivesse ‘dançando’ sobre o corpo do massageado. Durante o ritual, é utilizado o óleo natural de kukui (típico de Havaí) misturado aos óleos de buriti e macadâmia.
A Técnica
Ela é uma técnica “circulatória” no sentido de que move os fluidos corporais (sangue, linfa e intersticial), diferente das técnicas orientais que em princípio usam “pontos de pressão” (nervos e meridianos) para mobilizar a energia. Embora a idéia dos pontos energéticos - tonificação e sedação - esteja implícita em muitas manobras, Lomilomi está baseada no deslizamento e amassamento do tecido conjuntivo, e por isso, requer óleo ou algum tipo de lubrificação sobre a pele.
Tradicionalmente, no Havaí, Lomilomi repousa sobre a aplicação de óleos vegetais, ervas e água do mar como técnicas de tratamento. Sempre em contato com a pele, as mãos vão transmitindo um amor incondicional para a pessoa em sua totalidade. Músculos e tecidos conectivos são alongados em comprimento e largura, favorecendo o tônus e a flexibilidade muscular. A pele se delicia com um saudável brilho, as juntas enrijecidas são liberadas, a circulação é estimulada e os órgãos internos são gentilmente manipulados no sentido de melhorar a relação de funcionalidade entre eles.
Pedras quentes e “lomi sticks” (pequeno bastão para massagem) são ferramentas comuns. Para os havaianos, a saúde sempre foi considerada a partir de uma visão integral do ser humano, em harmonia com seu corpo, sua família, a sociedade e o meio ambiente. Neste contexto a massagem tem o objetivo de restabelecer o estado natural de graça e gratidão pela vida, que se traduz como saúde no sentido mais amplo da palavra.