Stetic Cris

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Estimule a imaginação das crianças no Natal.

É saudável acreditar no Papai Noel?

Fantasia ligada ao Natal é saudável

Dezembro chegou e a magia do Natal já está no ar. Esta época do ano está cercada de símbolos e personagens que fazem a imaginação das crianças criar asas. Papai Noel, renas, trenó, duendes, fábrica de brinquedos e casa no Polo Norte fazem parte desse universo de fantasia ligado à data.
Alguns pais ficam em dúvida se devem fomentar a crença no Papai Noel ou se isso pode causar desilusões na criança quando ela crescer um pouco e descobrir que a história não é bem assim. Segundo a pedagoga Bruna Ribeiro, os pais não precisam se preocupar, pois é saudável que a criança viva essa fantasia.
A pedagoga explica que, em seu desenvolvimento, a criança recorre a mitos para explicar e se apropriar da realidade em sua volta. O Papai Noel é um desses mitos e faz parte do imaginário coletivo da nossa sociedade. Quando um mito já não cumpre sua função, começam os questionamentos, e a criança vai deixando de acreditar nele, sem traumas.
De acordo com Bruna Ribeiro, o contato com o lúdico proporcionado pelas histórias auxilia no desenvolvimento afetivo, emocional e cognitivo da criança. "A criança que tem mais contato com a fantasia aprende a abstrair e lidar com a realidade de forma mais rica, porque conta com maior repertório", afirma a pedagoga.
Carta para o Papai Noel
Escreva uma carta com seu filho

Estimule seu filho a escrever uma carta ao Papai Noel . Se ele ainda não souber escrever, pode ser em forma de desenho. Deixe-o livre para expressar seus sentimentos e pedir os presentes que deseja ganhar no Natal. Mas fale para a criança dar mais de uma opção de presente e explique que nem sempre o Papai Noel pode atender aos pedidos exatamente da forma em que eles foram feitos.
Aproveite para conversar com seu filho sobre as coisas boas que ele poderia pedir para o Papai Noel além dos presentes. Não só para ele, mas para o mundo. Assim você trabalha alguns valores com a criança e ensina que o Natal não se restringe ao consumo.
Para dar um tom mais realista, vá com a criança aos Correios e envie a carta de verdade. Todos os anos os Correios recebem milhares de cartinhas endereçadas ao Papai Noel, que são respondidas por funcionários e outros voluntários. Sempre que possível, o programa Papai Noel dos Correios atende aos pedidos de crianças em situação de vulnerabilidade social, com doações de empresas e pessoas físicas.
Aproveite que você entrou na brincadeira e adote uma cartinha. Assim, além de se divertir com seu filho, você ajuda uma criança carente a ter um Natal mais feliz. Saiba como fazer isso no site dos Correios, mas corra, pois o programa de 2010 só vai até o dia 17/12. Em 2009 foram recebidas quase dois milhões de cartas, e entregues mais de 400 mil presentes.

Preparativos para o Natal

Envolva a criança nos preparativos

Para viver intensamente a magia do Natal com seu filho, envolva-o nos preparativos da festa, como a montagem da árvore e a decoração da casa com pisca-pisca. Aproveite esses momentos em família para contar histórias sobre os natais de quando você era criança.
Uma dica da pedagoga Bruna Ribeiro é incentivar a criança a produzir cartões e presentes de Natal para entregar aos familiares. Pode ser desenho, pintura, colagem, escultura de massinha ou o que a imaginação mandar. O importante é a criatividade. Certamente os familiares ficarão muito felizes com essa demonstração de carinho.

Calendário de Natal

Crie um calendário de Natal

Desenvolva ou adapte um calendário para que seu filho saiba quantos dias faltam para o Natal. É uma forma de conter um pouco a ansiedade criança e evitar que ela pergunte todos os dias se a data já chegou. Decore o calendário com motivos natalinos e vá riscando junto com seu filho os dias que forem passando.
Vocês também podem usar outras formas de contar os dias. Por exemplo, represente a quantidade de dias que faltam para o Natal com bolinhas ou enfeitinhos e vá transferindo-os de um recipiente para outro ou colocando-os em uma pequena árvore, conforme o passar dos dias. Explique à criança que o Natal vai chegar quando o recipiente inicial estiver vazio.

Programação de Natal e visita ao Papai Noel

Aproveitem a programação de Natal

Faça passeios com seu filho para ver a decoração e as instalações especiais de Natal da sua cidade, e leve-o para conversar pessoalmente com o Papai Noel.
Também fique atento à programação cultural de Natal. Nesta época há muitas apresentações de corais, concertos e shows que encantam adultos e crianças.
Além de deixar as pessoas no clima das festas, esses passeios podem render momentos inesquecíveis em família.

Brincadeiras para a noite de Natal

Brinque de caça ao tesouro no Natal

Uma brincadeira divertida para a noite de Natal é caça ao tesouro. É só você esconder os presentes e pedir para as crianças procurá-los seguindo as pistas deixadas pelo Papai Noel. Uma pista pode levar a outra pista, e assim por diante. Crie um clima de aventura e mistério, envolvendo os símbolos do Natal.
Se a família tem o costume de esperar o Papai Noel à meia noite, deixe esse momento mais realista. Enquanto parte da família está aguardando em um ambiente, peça para quem estiver colocando os presentes na árvore de Natal tocar um sininho ou dar uma risada típica na hora.
Essa pessoa também pode deixar algum rastro da passagem do Papai Noel pela casa, como uma touca ou outro objeto que ele tenha esquecido ao levar os presentes. Enfim, alimente a fantasia das crianças e volte a acreditar no Papai Noel e nos sonhos de Natal.

By BBel